“Estigmatizar” Jamais!!!

Os pais e professores devem ter o cuidado para não “estigmatizar” uma criança de “preguiçosa”, “de burra”. Na verdade, a criança muitas vezes não consegue aprender e desanima, se desgasta por não conseguir realizar suas tarefas. Esta criança, com o desenvolvimento cognitivo preservado, pode apresentar dificuldades ou distúrbios de aprendizagem, como a “dislexia”por exemplo.Mas, não podemos chamá-la de disléxica, até que sejam descartadas as hipóteses de diagnóstico realizadas por uma equipe multidisciplinar:fonoaudiólogo, neurologista, psicólogo que realmente poderão avaliar tratar-se de um distúrbio de aprendizagem ou uma dificuldade de aprendizagem de ordem pedagógica, ou seja, a criança foi mal alfabetizada e não teve aprendizagem adequada devido à má qualidade de ensino, etc

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima