Diferentes maneiras de brincar.

A brincadeira nasce com a criança, e é através da ação de brincar que os pequenos vivenciam as primeiras práticas em sociedade. Essa atividade é a primeira linguagem da criança, e faz com que ela aprenda mais através das descobertas. Pular amarelinha, jogar dominó e montar peças são brincadeiras que promovem o aprendizado enquanto divertem.

Também chamada de academia, maré, pular macaco, macaca e avião, a amarelinha é uma brincadeira tradicional em todo o Brasil. Antigamente, no Império Romano, a amarelinha era utilizada para o treinamento dos soldados, para melhoras as habilidades com os pés. As crianças gostaram da ideia e começaram a brincar com o circuito, pulando pela trilha de números.

Para brincar é fácil, é só jogar uma pedrinha em uma das casas e começar a pular. Na casa em que a pedrinha está a criança não pode pisar, deve ir pulando com um pé só até o céu e voltar. O participante que errar o alvo ou perder o equilíbrio passa a vez para outro.

Já o dominó é usado por adultos e crianças, e é uma maneira divertida de estimular o raciocínio lógico em qualquer idade. O jogo ficou famoso na China e veio para o Brasil com os portugueses, durante o período de colonização e se espalhou por todo o país. O dominó possibilita uma série de desempenhos no contexto educacional, como a agilidade para tomar decisões, interação e o raciocínio lógico e aritmético dos jogadores, e é muito fácil de jogar: basta conectar as peças com o mesmo número até terminar todas as peças. Ganha a partida quem conseguir eliminar todas as peças da mão primeiramente.

O importante é sempre estimular o ato de brincar, com as ferramentas corretas para que as crianças se desenvolvam o processo de construção de pensamentos e convivência em sociedade e aprendam com muita diversão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima